Artista Brasileiro é feito sob medida para os fãs de Chico

Artista Brasileiro é feito sob medida para os fãs de Chico

Não se afobe não. Chico: Artista Brasileiro é pra quem pode ficar à toa na vida por duas horas. Com o celular desligado e o relógio esquecido. O documentário, de Miguel Faria Jr, é direcionado aos caçadores de boas histórias. E de música. Chico Buarque está solto em seus depoimentos, consegue cativar o espectador e arrancar boas risadas.

O longa, porém, não é feito “paratodos”. É preciso gostar do artista. Nem adianta assistir na companhia de quem não conhece O Velho Francisco, que você vai ouvir coisas do tipo: “nossa, que filme chato”; “não vai acabar nunca?”; “tá me dando sono”. Prefira ver sozinho – ou ao lado de um fã. Vale mais a pena.

Assim, vai ser possível mergulhar no relacionamento dele com os pais, no casamento com Marieta, na dificuldade de compor nos tempos de ditadura. As amizades na música e a paixão pela literatura também são temas dos relatos de Chico, que fala sobre os períodos de ócio criativo e as psicanálises que fez para tentar a cura desse mal.

Trechos de seu último livro, Irmão Alemão, são lidos pela saudosa Marília Pêra. Entre um depoimento e outro, música. Adriana Calcanhoto e Mart’nália cantando “Biscate” estão tão entrosadas quanto o próprio Chico interpretando “Dueto” com os netos. Ney Matogrosso encanta com “As Vitrines”. Mas não para por aí. São muitos artistas que dão voz às letras geniais do compositor.

E quais são os próximos planos da carreira do Artista Brasileiro? Ele até fala disso no filme, mas aí é só assistindo pra saber.

*texto publicado originalmente em 9 de dezembro de 2016 e atualizado em 19 de junho, aniversário de Chico Buarque.

CHICO – ARTISTA BRASILEIRO 

TRAILER

SINOPSE

Presença permanente no cenário cultural e no imaginário coletivo dos brasileiros, pela riqueza de músicas, poemas, dramaturgia e romances construídos ao longo dos últimos 50 anos, Chico Buarque neste filme irá conversar com a própria memoria, mostrar seu cotidiano, seu método de trabalho, seu processo criativo, sua trajetória. A montagem de um show com Chico e convidados, é o eixo, ao redor do qual irá girar o filme. A partir das canções apresentadas, o protagonista vai nos contar como nasceu cada uma delas, irá nos conduzir a outras, e assim iremos acompanhar seu percurso, sempre tendo em foco, as canções, e a palavra escrita, ou seja, o artista.

Escrito por Vinicius Andrade

Jornalista amante da escrita. Criador do Crônicas do Agora. Interessado em boas conversas, textos e histórias.