Num Lago Dourado, uma peça teatral que merece ser chamada de espetáculo

Num Lago Dourado, uma peça teatral que merece ser chamada de espetáculo

“Ir ao teatro é como ir à vida sem nos comprometer”. A frase escrita por Carlos Drummond de Andrade é capaz de resumir em poucas palavras o que representa “Num Lago Dourado“, espetáculo que está em cartaz no Teatro Renaissance, em São Paulo. Protagonizada pelos célebres Ary Fontoura e Ana Lucia Torre, a peça exalta o amor de um casal que está junto há quase cinquenta anos. Norman Thayer (Ary Fontoura), um professor aposentado que, prestes a completar 80 anos de idade, divide com a otimista esposa Ethel Thayer (Ana Lucia Torre) suas dores e alegrias.

Ir ao teatro é ver um Ary Fontoura genial. Você torce pro personagem dele ficar em cena o tempo inteiro, tamanha a graça causada com suas tiradas ácidas, esquecimentos frequentes e um amor que se esconde atrás de uma carapaça ranzinza. O texto é extremamente bem escrito e bem construído, mas o texto não seria o mesmo se não fosse Ary com sua maestria no palco.

Ir ao teatro é deparar-se com uma Ana Lucia Torre plena. Ela está feliz em cena, alegre. Extremamente competente e correta no papel de Ethel, Ana interpreta uma mãe que é o ponto de equilíbrio da família, conciliando os conflitos causados pelo marido com a filha e com toda a vizinhança que se aproxima da casa no Lago Dourado.

Ir ao teatro é encontrar-se com um elenco (Tatiana de Marca, André Garolli, Fabiano Augusto e Lucas Abdo) que faz jus aos protagonistas e consegue dar ritmo à peça. São quase duas horas de espetáculo, sem intervalos. E você não percebe o tempo passar de tão interessante que é a experiência proporcionada pelo experiente diretor Elias Andreato.

Ir ao teatro é assistir uma comédia que trata sobre a vida sob a ótica de um casal na terceira idade, com seus amores, rancores, arrependimentos, erros e acertos. Um espetáculo!

Vá ao Teatro Renaissance! E assista “Num Lago Dourado”, de sexta à domingo.

Num Lago Dourado, uma peça teatral que merece ser chamada de espetáculo

NUM LAGO DOURADO

SINOPSE

Um casal de terceira idade vai para casa de campo em férias e recebe a visita inesperada da filha, com quem o pai tem uma relação cheia de conflitos. A filha e o namorado pretendem viajar pela Europa e deixar o enteado sob os cuidados dos pais.

SERVIÇO

Teatro Renaissance (448 lugares)
Al. Santos, nº 2233
Informações: (11) 3069-2286

Bilheteria de terça a domingo, das 14h às 20h. Pagamento em dinheiro e cartões
Vendas: (11) 4003.1212 e ingressorapido.com.br
Sexta e Sábado às 21h30. Domingo às 18h.
Ingressos: R$ 80
Duração: 90 minutos
Temporada: até 2 de julho

 

Escrito por Vinicius Andrade

Jornalista amante da escrita. Criador do Crônicas do Agora. Interessado em boas conversas, textos e histórias.