CINEMA EM CASA | O Mínimo para Viver, o filme Netflix que trata sobre anorexia

CINEMA EM CASA | O Mínimo para Viver, o filme Netflix que trata sobre anorexia

A Netflix tem se especializado em abordar temas polêmicos e tidos como tabus em suas produções originais. Apenas pra citar alguns exemplos recentes: o suicídio na série 13 Reasons Why e também no filme The Discovery; a situação da indústria alimentícia em Okja; e agora o serviço de streaming traz à tona o debate sobre anorexia no filme O Mínimo Para Viverque tem Lily Collins e Keanu Reeves no elenco.

É impossível assistir ao longa e não se impressionar com uma doença que vai degradando pouco a pouco a vida da pessoa e de todos que estão a sua volta. As cenas de magreza extrema são fortes e ficam ainda mais impactantes quando você imagina o conflito de quem tem anorexia – alguém que vê na comida um vilão a ser eliminado do corpo de qualquer forma. De qualquer forma mesmo!

Isso é o que mostra a protagonista Ellen, interpretada por Lilly Collins. Enquanto ela acredita ter a situação do seu corpo sob controle, sua família extremamente problemática não sabe mais o que fazer pra tirá-la dessa situação. É aí que os parentes resolvem recorrer ao médico Dr. William Beckham, personagem de Keanu Reeves, que ao invés de apenas fazer os tratamentos necessários para ajudar a paciente, a desafia a abraçar sua vida e encarar a doença de cabeça erguida. Mesmo assim, não é nada fácil… e a tentativa de melhora tem muitos altos e baixos.

CINEMA EM CASA | O Mínimo para Viver, o filme Netflix que trata sobre anorexiaO filme é bom. E por apresentar um tema relevante de maneira clara consegue conquistar o espectador. A exibição de O Mínimo Para Viver na Netflix, porém, levantou um debate entre os médicos. Afinal, uma pessoa que sofre ou já sofreu com anorexia pode ter sua situação agravada depois de assistir ao longa?

“Não podemos garantir que seja nocivo mostrar em uma série ou filme pessoas excessivamente magras. No entanto, estamos, sim, convencidos de que não é benéfico nem preventivo, por mais bem cuidada que a trama esteja”, comentou uma porta-voz da Associação contra a Anorexia e a Bulimia da Catalunha (ACAB), consultada pelo jornal espanhol EL PAÍS.

O Mínimo Para Viver já está disponível na Netflix.

 

+ POR QUE 13 REASONS WHY É UMA SÉRIE TÃO PERTURBADORA? 

 

O MÍNIMO PARA VIVER 

TRAILER LEGENDADO

SINOPSE

Uma jovem (Lily Collins) está lidando com um problema que afeta muitos jovens no mundo: a anorexia. Sem perspectivas de se livrar da doença e ter uma vida feliz e saudável, a moça passa os dias sem esperança. Porém, quando ela encontra um médico (Keanu Reeves) não convencional que a desafia a enfrentar sua condição e abraçar a vida, tudo pode mudar.

 

+ FILME NETFLIX FAZ CRÍTICA PESADA À INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA 

Escrito por Vinicius Andrade

Jornalista amante da escrita. Criador do Crônicas do Agora. Interessado em boas conversas, textos e histórias.

  • Rota Principal

    Crítica: vale a pena assistir ao filme “O Mínimo para Viver”, da Netflix?

    Rota Principal .com .br