Pai Presente: Texto de Dia dos Pais

Pai presente, um presente de pai

Tem pai presente na ausência do divórcio. E tem pai ausente na presença do casamento. Na verdade, nessa matéria, existem duas categorias: uma é a dos pais e a outra é a de meninos que fazem filhos. Não existe “bom pai” ou “pai ruim”. Existe quem é pai e quem não é.

Pai. Papai. Paizinho. Paizão. Papi. Painho. Paiê. São variações de nomenclatura de um dos primeiros amigos que se tem na vida. O abraço que te acolhe quando você bate com a cabeça na porta de casa ou da vida. O cara que segura na sua mão e te mostra o caminho. O conselheiro. O contador de histórias e piadas ruins.

Pai não é super-herói. E eu também não conheço os pais das propagandas de margarina. Pai tem seus defeitos porque pra ser pai é preciso ser humano. Pai aprende a educar e é educado a aprender. Pai corrige com os olhos e consente com a expressão. Pai sente pelo filho – das conquistas aos tombos. Pai vê o filho crescer e faz o filho evoluir.

Pai não é quem faz. Pai é quem faz parte.

Tem pai presente que cresceu com a ausência de um pai, mas evoluiu com a presença de um filho.

Um viva aos pais nossos que estão na Terra!